Descubra o que as religiões dizem sobre vida após a morte

Mitos e Verdades

Prabem | 19 de fevereiro de 2021

Há muito tempo, um mesmo assunto interessa a cientistas, religiosos e céticos: a vida após a morte. Cada qual com suas crenças e explicações tenta encontrar respostas que satisfaçam as dúvidas mais inquietantes.

O tema é tão instigante que até virou série na Netflix. O documentário Vida Após a Morte aborda o tema, de forma leve e interessante, mostrando diferentes experiências. Entre elas, estão as de quase morte, reencarnações, fenômenos paranormais e estudos médicos. Com a pluralidade de visões que o programa traz, ele agrada a diversos públicos, inclusive a quem não acredita em nada.

No entanto, o tema não é só entretenimento. Ele também faz parte de pesquisas científicas, as quais tentam encontrar evidências de que aquilo que as religiões pregam realmente faz sentido. Mas e você? Tem uma opinião sobre a vida após a morte? Que tal conversarmos um pouco sobre o assunto?

O que acontece na vida após a morte?

As religiões buscam nos explicar melhor essa ideia, mas cada uma tem pontos de vista um pouco diferentes. Por isso, separamos algumas visões, para você conhecê-las!

Catolicismo

É uma das principais religiões do nosso país, tanto é que, mesmo quem não segue seus princípios, já ouviu falar das crenças. Para os católicos, o destino de cada um, na vida após a morte, é definido de acordo como vivemos.

Os que praticaram o bem vão para o céu, os que viveram maior parte do tempo no mal, e não demonstraram arrependimento, vão para o inferno. Aqueles que precisam passar por aprendizados podem ir para o purgatório.

Para os praticantes dessa religião, a morte é eterna, ou seja, não existe reencarnação. Assim, todos precisam aguardar o juízo final, em que Deus escolherá quem viveu os ensinamentos de Jesus. Essas pessoas serão ressuscitadas e viverão, para sempre, no céu. 

Evangelismo

Evangélicos têm uma crença semelhante a dos católicos, com a diferença que não acreditam no purgatório. Para eles, ao morrermos, todos dormiremos, até o dia do juízo final, em que será julgado quem irá para o inferno e quem irá para o céu.

Adventismo

Adventistas também acreditam que os mortos descansam em um sono profundo. Para eles, Jesus voltará e dará, a quem acredita nele, a imortalidade, dentro de corpos perfeitos e com saúde.

Espiritismo

Os espíritas creem na eternidade do espírito. Para eles, a morte não é o fim, mas apenas uma passagem entre uma vida e a próxima reencarnação. Defendem que estamos aqui para aprendermos com nossos erros e, então, nos tornarmos espíritos mais evoluídos. Praticantes da caridade e do amor tendem a evoluir mais rápido e podem ajudar os outros nesse crescimento também.

Espíritas acreditam, ainda, na possibilidade de contato entre os vivos e os espíritos dos mortos. Pessoas que conseguem fazer essa comunicação são chamadas de médiuns. Ou seja, para eles, quando morremos, o espírito vai para uma colônia espiritual, um lugar onde estuda, trabalha e se prepara para a próxima reencarnação. Nesse local, o espírito pode encontrar antigos parentes e amigos que também já morreram.

Budismo

Budistas também acreditam na reencarnação. Para eles, podemos voltar como pessoas ou animais, dependendo da nossa conduta na vida anterior. Eles acreditam no ciclo da reencarnação, que só termina quando o espírito se livra do carma. Além disso, a cada nova vida, podemos surgir em mundos diferentes.

Islamismo

A vida após a morte para o islamismo é uma forma de nos prepararmos para a eternidade, que só terá quem seguiu os ensinamentos de Alá. Essas pessoas, então, serão enviadas ao paraíso. Já quem desobedeceu, irá para o inferno. Assim como para os católicos e evangélicos, a alma, depois que o corpo morre, fica aguardando o juízo final.

Candomblé

O Candomblé acredita que cada alma tem um destino a cumprir e, depois disso, vai para outra dimensão, onde estão outros espíritos, guias e orixás. Se a pessoa morrer antes do previsto, vagará entre o céu e a terra, até que se torne eterno e consciente. 

Umbanda

A crença da Umbanda se assemelha a do Espiritismo e acredita na importância da reencarnação, para o espírito evoluir. Os mais evoluídos não precisam mais reencarnar, então podem se tornar protetores dos menos evoluídos. Os maus espíritos, por sua vez, podem perturbar quem ainda está vivo.

Judaísmo

O Judaísmo tem várias vertentes e cada uma tem uma crença. Há os que acreditam que a alma reencarna em outro corpo e as que defendem a ressurreição, ou seja, a volta para o corpo antigo.

Por que nos preocupamos com a vida após a morte?

Uma coisa é certa: um dia, todos morreremos. Então, se é assim, por que nos preocupamos tanto em descobrir o que vem depois? 

A verdade é que, no fundo, a maioria de nós tem certo medo da morte, principalmente por temermos não ver mais aqueles que tanto amamos. Essas incertezas provocam angústia e nos levam a refletir sobre o que, realmente, pode vir a acontecer. 

Compreender a vida após a morte também é uma maneira de entender melhor o sentido da própria vida. Perguntas como “por que estamos aqui?” e “por que vivenciamos tal dificuldade?” são algumas sobre as quais filósofos se debruçam há tempos. 

Além disso, também queremos alcançar a felicidade e a justiça, valores com os quais a maioria de nós concorda e acreditamos ser fundamentais para uma vida que tenha valido a pena. A necessidade de ter certeza se que conseguiremos tudo isso faz parte de sermos humanos.

Como falar sobre a vida após a morte de um familiar?

Bem, chegamos ao acordo de que a morte é o destino, então, esse é um processo natural do corpo, assim como nascer e se relacionar, não é mesmo? Por isso, ela deve ser abordada como algo comum, sem tabus ou receios.

Ao conversar com a família, é importante prepará-la para esse momento, que é inevitável e não há uma data marcada para acontecer. Portanto, os filhos devem entender que, em algum momento, precisarão caminhar sozinhos.

E quem acredita, pode se agarrar ao sentimento que um dia todos voltarão a se encontrar. Mas, antes disso, é fundamental deixar alguns pontos esclarecidos, como os procedimentos com o corpo, quando esse momento chegar.

A vida após a morte, talvez, seja um dos temas mais capazes de reunir pessoas de diferentes credos, fazendo todas se sentirem instigadas a debatê-lo. Ainda que seja difícil todo mundo ter a mesma visão, uma coisa é certa: viver o hoje, da forma como merece ser vivido, faz nossas angústias sobre o tema ficarem mais leves, não acha?

Gostou do conteúdo? Conte para nós qual é a sua visão sobre a vida após a morte! O que você acredita que acontecerá?

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] Gostou de saber mais sobre a missa de sétimo dia? Aproveite e descubra o que as religiões dizem sobre a vida após a morte. […]

trackback

[…] como não agir nesse momento são: evitar querer saber como a pessoa faleceu e não impor a sua religião ou modo de pensar ao enlutado (se você não sabe se a pessoa tem alguma religião, evite mensagens […]

error: Content is protected !!

Time de Atendimento
0800 655 6655
0800 022 8804

Seu pedido com Segurança Seu pedido com Segurança
Positive SSL

Siga nossas redes sociais:

Receba notícias e ofertas exclusivas: